8 sinais de que você pode ser vítima de uma relação profissional abusiva

05 de Outubro , 2018

As relações profissionais são cheias de conflitos, é natural um desconforto aqui e outro ali. Um (a) colega que você não confia, outro (a) que é rude ou até mal educado (a), às vezes. Um (a) líder que vacila e te deixa chateada. Em princípio tudo bem, teremos que enfrentar os desafios de conviver diariamente com distintas personalidades e humores no ambiente no trabalho. No entanto, às vezes a situação passa dos limites e você perde anos de carreira em uma relação que devasta com sua auto estima e auto confiança e te prende em um circuito tóxico que adoece e você nem vê. Mas como saber?

Diferente do assédio moral, o relacionamento abusivo é discreto, difícil de identificar, pois nele não existem ações típicas de agressividade, como xingamentos excessivos ou exclusões, muito pelo contrário, sua ação é silenciosa e até mesmo sedutora.

É por isso que viver uma relação abusiva por anos  sem perceber é mais natural do que você imagina. Por isso que resolvi escrever aqui algumas dicas para você ligar o sinal de alerta e começar a pensar seriamente em dar um jeito nisso. Caso exista alguém, que:

  1. Está sempre te fazendo acreditar, com insinuações, que você não é boa o suficiente no que faz, e que falta muito para ser algo que você não entende bem o que é.
  2. Depois de conversas, frequentemente faz você se sentir arrasada e com sentimento de culpa.
  3. Compara seu desempenho com outras pessoas de dentro ou fora da empresa, no qual sempre coloca você em desvantagem (sempre sutilmente).
  4. Tem descargas de raiva ou rompantes de agressividade, mas depois finge que nada aconteceu.
  5. Diz que você irá ganhar mais quando for melhor, mas não lhe indica com clareza o que precisa desenvolver.
  6. Nunca reconhece o seus méritos.
  7. Geralmente faz questão de falar sobre uma realidade de mercado muito hostil, e faz você acreditar que não é capaz de ser bem-sucedida ou ser mais bem remunerada em outro lugar.  
  8. Diz seguidamente que você é sensível demais.

E aí? Será que você pode estar vivendo em um relacionamento abusivo? É natural que esses sinais deixem você confusa e sem saber o que pensar. Lembre-se que a estratégia do agressor é fazer a vítima se sentir culpada e confusa, o que reforça o ciclo de dependência e passividade da pessoa abusada.

A melhor maneira de você sair desse ciclo e reforçar sua auto estima relembrando quem você é, reconhecendo seu valor e suas forças. Assim, você terá mais confiança e disposição emocional para confrontar ou ter coragem de sair dessa situação, se assim lhe convier.

Quer saber mais sobre meu trabalho, solicitar um orçamento ou enviar sugestões de conteúdo?
Preencha o formulário abaixo: